23 de dezembro de 2013

Dicas para não cometer "girafices" nas redes sociais

Volto a postar dicas sobre a anti idiotice coletiva. Cuidado! Você pode ser contagiado pelo vírus da "girafice" social. Andam por aí tentando reproduzir repetições sem significado - loquacidades frívolas. Para representar melhor a analogia da ignorância, a girafa agigantou-se e saiu na frente do burro. Em palavras simples  e letras garrafais: cuidado com a burrice social, ou melhor: "GIRAFICE".

O fato de todos repetirem uma mesma coisa, não significa que seja correta. Nem todos querem postar uma foto de girafa; já não temos todos rosto de criança e nem todos têm os mesmos interesses. Por isso, as tentativas de enlatar todos os perfis numa onda como se todos fossem clones ideológicos são, para mim, "girafice" social. 

Pois bem, sem enrolação, aí estão as dicas para não ser "engirafado" com a multidão cibernética:

Não caminhe com a boiada para o matadouro.
Não caia no mesmo abismo que o outro caiu.
Não pegue a mesma onda que afoga a multidão.
Não se apequene às idiotices construídas por uma geração que desaprendeu a pensar.
Não se curve diante das futilidades que vociferam na internet.
Não se renda às algemas da escravidão coletiva que assenhoram-se do seu cérebro.
Pare de reproduzir, papagaiar, ou retransmitir o que deveria ser guardado apenas para você. 
Não se submeta à preguiça intelectual que neutraliza a interpretação dos textos.
Fuja das redundâncias ideológicas, mesmices pragmáticas e trivialidades culturais e aproxime-se dos conteúdos que estimulam a reflexão crítica. 
Enfim, torne este espaço um lugar útil, reflexivo e inteligente - sem "girafices".

Pense!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A alegria de todo blogueiro é ver seus textos comentados, mesmo que criticados. Comente aqui!