19 de maio de 2011

Ela disse o que todos sabem

              A professora de Língua Portuguesa Amanda Gurgel ficou subtamente reconhecida nos meios cibernéticos por dizer coisas que todos sabem, embora de modo diferente. O vídeo que compartilho aqui demonstra não apenas o caótico cenário da educação brasileira, mas a forma indignada, efervescida e contagiante com que a professora comunica seu protesto. Enquanto políticos despreparados nadam em rios de dinheiro nossas Amandas são vilipendiadas pelo Estado e desrespeitadas por aqueles que deveriam defender uma educação de qualidade. Não há muito que acrescentar ao discurso de Amanda, senão enaltecer sua clareza, objetividade e maneira respeitosa com que conduz seu discurso, muito diferente, aliás, das falácias politiqueiras que procrastinam o que deveria ser prioridade nacional: Educação de qualidade. 
          Isso significa investir nos professores e em estruturas funcionais; tornar a educação algo mágico, dinâmico e atraente. Reconhecer aqueles que cultivam a arte de ensinar, dar dignidade ao professor e fomentar nas futuras gerações de educadores um senso de excelência para o ensino. O exercício do magistério precisa migrar de obstáculo para privilégio. Tornar a profissão do professorado concorrente tem haver com a boa formação do profissional, reciclagem e INVESTIMENTO - isso inclui salários mais dignos ao invés das migalhas fornecidas pelos governantes. Quando a  educação for uma prioridade os governos investirão mais no professor do que no Carnaval, por exemplo.
           Aqueles que fornecem esforço, saúde e talento em prol da educação, como Amanda, calam os discursos infrutuosos e embrulháveis dos representantes políticos. Não há mais espaço para o silenciar aqueles que batalham na linha de frente a favor da educação. Amanda Gurgel - guardem esse nome e divulguem suas palavras denunciantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A alegria de todo blogueiro é ver seus textos comentados, mesmo que criticados. Comente aqui!